(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Destaques, Notícias › 26/02/2018

‘Qual a diferença entre o sínodo e o primeiro congresso de leigos, realizado em 2010?’

“Como parte da conversão pastoral da Igreja, também se faz necessária uma nova consciência cristã e eclesial do laicato e expressões novas de sua participação na missão da Igreja, segundo a condição que lhes é própria.” (Cardeal Odilo Pedro Scherer, 19.01.10).

O Congresso de Leigos foi uma ocasião de grande importância eclesial, que convidou todo o laicato a refletir sobre sua vida e missão. Como membros da Igreja, os leigos estão envolvidos com as diversas atividades pastorais e testemunham no mundo a sua fé. A organização do laicato é fundamental, e se muitos já estão envolvidos nas atividades eclesiais, outros ainda não despertaram para essa exigência batismal, e, portanto, o primeiro congresso foi uma oportunidade de convocação, de tomada de consciência e de envio dos leigos. A Conferência de Aparecida e o 10º Plano de Pastoral foram documentos importantes e que nortearam os trabalhos do congresso de leigos, chamando a atenção para a necessidade de conversão pastoral.

O sínodo é uma convocação mais ampla, que envolve todo o clero e os leigos, além dos organismos e organizações que compõe a estrutura da Arquidiocese. Com o sínodo, deveremos fazer um longo processo de revisão de nossas comunidades e de todas as atividades e ações pastorais. O objetivo desse trabalho é olhar para a realidade da nossa Igreja, reafirmando aquilo que fazemos bem e descobrindo o que podemos melhorar e atualizar para continuar a evangelizar na grande cidade.

 

Você tem dúvidas sobre o sínodo arquidiocesano? Envie sua pergunta para osaopaulo@uol.com.br
Acompanhe também os  boletins semanais sobre o sínodo na rádio 9 de Julho: às quintas-feiras,
nos programas “Igreja em Notícias”,das 7h30 às 8h, e  “Ciranda da Comunidade”, das 18h30 às 19h