(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Destaques, Notícias › 06/02/2019

Papa assegura orações por vítimas de inundações na Austrália

Somente no domingo, foram registrados 419 mm de chuva em um bairro da cidade de Towsnville. A polícia local afirmou ter localizado dois corpos.


Cidade do Vaticano

Inundações atingiram Townsville, Queensland. (ANSA)

Em telegrama enviado ao bispo de Townsville, Dom Timothy Harris, o Santo Padre lamenta “a perda de vidas e a destruição de propriedades causada pelas fortes inundações em Townsville”, Austrália.

Na mensagem assinada pelo cardeal secretário de Estado, Pietro Parolin,  o Papa Francisco assegura a todos os afetados por esta calamidade, “sua sincera solidariedade e suas orações”.

Em especial, “ Sua Santidade reza  pelo repouso dos falecidos, a cura dos feridos e pelo importante trabalho de reconstrução”.

Sobre todos, o Pontífice invoca abundantes bênçãos de consolação e esperança.

 

Maiores inundações em um século

As inundações sem precedentes alagaram casas, escolas e aeroportos, obrigando muitos moradores a buscarem refúgios nos telhados de suas casas. Segundo o primeiro-ministro Scott Morrison, “este tipo de chuva acontece uma vez a cada século”.

A polícia afirmou ter localizado dois corpos na localidade de Towsnville. No bairro Ingham, foram registrados 419 milímetros de chuva somente no domingo. Há subúrbios completamente submersos, depois dos oito dias de chuvas torrenciais. Autoridades do norte de Queensland também emitiram alertas para a presença de crocodilos e cobras nas áreas alagadas.

As previsões meteorológicas alertam para novas chuvas e risco de tornados e ventanias nestes dias. Se as chuvas continuarem na mesma intensidade, 20 mil casas correm o risco de serem inundadas.

Inundações no norte tropical e seca no leste e no sul. A Austrália registrou o mês de janeiro mais quente desde o início das medições, o que agravou a seca no interior do leste e sul do país e favoreceu os incêndios florestais.

* Com Agências via Vatican News