(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Destaques, Notícias › 21/02/2019

O pesar do Papa pela tragédia na Libéria

Através de um telegrama assinado pelo Secretário de Estado do Vaticano, Card. Pietro Parolin, Francisco expressou solidariedade às pessoas atingidas pela tragédia, rezando àqueles que choram pela perda dos familiares e por quem trabalha no socorro às vítimas.


Giada Aquilino, Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Nesta quinta-feira (21), o Papa Francisco enviou um telegrama de pesar dirigido a Dom Anthony Fallah Borwah, bispo de Gbanipea, cidade ao norte da Libéria, e presidente da Conferência Episcopal do país. Na mensagem, assinada pelo Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, o Santo Padre se mostra profundamente entristecido pelas “feridas” e a “perda de vidas humanas” causadas por um desabamento de mina verificado nestes dias no local.

 

A proximidade do Papa

O Pontífice expressou solidariedade às pessoas atingidas pela “tragédia”, rezando por aqueles que choram a perda dos seus familiares e por aqueles ainda estão empenhados no trabalho de socorro às vítimas. Através do telegrama, Francisco invocou bênçãos divinas de “força e recuperação”.

 

Trabalho de buscas

Até o momento, 40 pessoas ainda estão presas na mina de ouro que foi inundada por lama e água em 10 de fevereiro: as autoridades do país comunicaram que o trabalho de buscas continua, inclusive com o apoio da Cruz Vermelha. Ao menos 7 pessoas morreram e são dezenas os feridos.

Na segunda-feira (18) o presidente George Weach decretou luto nacional e convidou inclusive a ONU, a Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (Ecowas), a União Europeia, os Estados Unidos, a China e outras nações “amigas” com experiência na gestão de desastres para auxiliar nas buscas.

Via Vatican News