(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Maria, a razão da Esperança

Maria, a razão da Esperança

Por São Bernardo
07/06/2017

“Recorre a Maria! Sem a menor dúvida eu digo, certamente o Filho atenderá sua Mãe. Filhinhos, esta é a escada dos pecadores, esta é a minha maior confiança, esta é toda a razão de minha esperança.

Busquemos a graça, mas busquemos por intermédio de Maria! Por ela acha-se o que se busca e não se pode ser desatendido.

Tal é a vontade de Deus, que quis que tenhamos tudo por Maria.

Por vós, Maria, temos acesso ao Filho, por vós que achaste a graça, Mãe da salvação, para que por vós nos receba Aquele que por vós nos foi dado.

Maria recebeu de Deus uma dupla plenitude de graça. A primeira foi o Verbo eterno feito homem em suas puríssimas entranhas. A segunda é a plenitude das graças que, por intermédio desta divina Mãe, recebemos de Deus.

Deus depositou em Maria a plenitude de todo o bem.

Tudo o que temos de benefícios de Deus, nós o recebemos pela intercessão de Maria. E por que é assim? Porque Deus assim o quer.

Se as iras, ou a avareza, ou os prazeres carnais se abaterem sobre a tua barca, olha para Maria.

Se, perturbado pelas barbaridades dos teus crimes, se amedrontado pelo horror do julgamento, começas a ser sorvido em abismos de tristeza e desespero, olha para Maria.

Nos perigos, nas angústias, nas dúvidas, pensa em Maria, invoca Maria. Que ela não se afaste dos teus lábios, não se afaste de teu coração.

Deus quis que não recebêssemos nada que não passe pelas mãos de Maria.”