(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Notícias da paróquia › 21/10/2010

Encontro da Pastoral da Família

Nessa última quarta-feira a Pastoral da Família promoveu mais um encontro onde estavam presentes  vários casais de noivos  que estão se preparando para receber o matrimônio e casais com mais experiência de vida, onde foi abordado em forma de mesa redonda um tema bastante polêmico que é conciliar trabalho e família.

É na família, igreja doméstica, que treinamos e damos testemunhos de ajuda mútua, onde todos procuram ajudar um ao outro, fazendo sempre o seu melhor.

“A família é o lugar privilegiado e o santuário onde se desenvolve plenamente a grande aventura de cada pessoa humana irrepetivel”  João Paulo II.

A realidade do trabalho externo profissional da mulher acarretou mudanças nas atribuições do casal, exigindo uma maior participação do marido nas tarefas domésticas, provocando uma melhor integração, não somente entre o casal, mas também com os filhos.

Quando o casal entende a necessidade de uma hierarquia prática na vida individual que afirma que Deus está  em  1º lugar, a família está em 2º lugar, e por último vem o trabalho; a família consegue vencer as dificuldades, alicerçada na fé em Deus, que deve ser o motor da esperança de todos os cristãos. É importante, que os pais percebam a importância de sua participação presencial nas atividades de seus filhos, e em função disto, procurem mudar horários de reuniões de trabalho, ou cronograma de viagens da empresa. Isto reforça a idéia de que os pais jamais podem ser substituídos enquanto pai e mãe.

“ É hora em que todos nós cristãos, anunciamos bem alto que o trabalho é um dom de Deus,…O  trabalho, é testemunho da dignidade do homem, do seu domínio,sobre a criação; é meio de desenvolvimento da personalidade; é vinculo de união com outros seres; fonte de recursos para o sustento da família; meio de contribuir para o progresso da sociedade em que se vive e para o progresso de toda humanidade”

Vale ressaltar que a nossa falta no emprego amanhã pode ser facilmente substituída por outro em questão de poucos dias. Porém, a família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vida. Deste modo, procure sempre pensar na família antes do trabalho, porque geralmente nos entregamos demais ao trabalho e quase nada à nossa família, que tanto necessita da nossa presença, do nosso apoio, e do nosso amor. Será que não se trata de uma inversão de valores?

Pense nisso! Reflita.