(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Notícias da paróquia › 06/04/2011

Deus é amor, fomos criados para amar e servir

A Virtude é uma disposição habitual e firme de fazer o bem.  Para adquirirmos as virtudes temos que nos esforçar, e para isso precisamos conhecê-las para praticá-las.

São elas: Virtudes Cardeais: Prudência (dispõe a razão a discernir, em cada circunstância, o nosso verdadeiro bem e a escolher os meios adequados para colocar em prática.), Justiça (consiste na vontade constante e firme de dar aos outros os que lhes é devido.), Fortaleza (assegura a firmeza nas dificuldades e a constância na procura do bem), Temperança (modera a sedução dos prazeres, garante o domínio da vontade sobre os instintos e dá capacidade de equilíbrio no uso dos bens criados).

Virtudes teologais: ( pela qual nós cremos em Deus, e pela qual nos abandonamos livremente em Deus, “ a fé age pelo amor” ( Gl 5.6), Esperança ( pela qual nós desejamos e esperamos de Deus a vida eterna como nossa felicidade ), Caridade (pela qual nós amamos a Deus acima de tudo e nosso próximo como a nós mesmos por amor de Deus ) .

Fomos criados a imagem e semelhança de Deus, e, por isso, devemos, durante nossas vidas, nos esforçarmos para chegarmos mais próximos desta semelhança.   Para isso, precisamos evoluir nas virtudes, a fim de praticá-las.

Um jovem dirigiu a Jesus esta pergunta: “Mestre, que devo fazer de bom para ter a vida eterna? (Mt19, 16). “Jesus lhe respondeu:” Se queres entrar na vida, observa os mandamentos”, acrescentou logo em seguida “ Vem e segue-me” ( MT 19,17-21)

Os mandamentos nos ajudam a compreender e a viver este amor a Deus e aos irmãos, que nos levam à santidade e ao rompimento com a desordem, e com o egoísmo.

1 – Amar a Deus e ao teu próximo como a ti mesmo (piedade e perseverança)

2 – Não tomar seu Santo nome em vão (respeito, obediência)

3 – Guardar domingos e festas de guarda (obediência)

4 – Honrar pai e mãe     (obediência e humildade)

5 – Não matarás (mansidão e perdão)

6 – Não cometerás adultério / não pecar contra a castidade (castidade e pureza )

7 – Não roubarás (honestidade e justiça)

8 – Não darás falso testemunho  (sinceridade e verdade)

9 – Não cobiçarás a mulher do teu próximo     (fidelidade, lealdade, benignidade e temperança)

10 – Não desejará coisa alguma do teu próximo (benignidade, desprendimento e humildade )

 

É, necessário educar nossos filhos, desde muito pequeninos baseados nestes princípios, valorizando sobre tudo a generosidade,  o desprendimento de si mesmo , ou seja o ato de se  doar ao próximo no que ele  estiver precisando  , ajudando-o no dia a dia… , nas pequenas coisas…., demonstrando gestos de amor ao próximo, de preocupação com o outro,  perdoando com facilidade, e com o coração,  e eles , só irão aprender , se nós educadores soubermos dar o nosso exemplo com simplicidade e mansidão.

Acesse o site: www.casadefamília.org.br

Pastoral da Família: Palestras quinzenais às quartas – feiras às 20h