(11) 3082 9786 – Praça N. Sra. do Brasil, s/nº, Jardim América – São Paulo, SP

Evangelho do dia › 30/12/2017

6º dia na oitava do Natal do Natal

1ª Leitura – 1Jo 2,12-17

Aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 

Leitura da Primeira Carta de São João 2,12-17 12

Eu vos escrevo, filhinhos: 
os vossos pecados foram perdoados 
por meio do seu nome. 
13 Eu vos escrevo, pais:
vós conheceis aquele que é desde o princípio. 
Eu vos escrevo, jovens:
vós vencestes o Maligno. 
14 Já vos escrevi, filhinhos:
vós conheceis o Pai. 
Já vos escrevi, jovens:
vós sois fortes, 
a Palavra de Deus permanece em vós,
e vencestes o Maligno. 
15 Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. 
Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. 
16 Porque tudo o que há no mundo 
– as paixões da natureza,
a concupiscência dos olhos 
e a ostentação da riqueza – 
não vem do Pai, mas do mundo.
17 Ora, o mundo passa, 
e também a sua concupiscência;
mas aquele que faz a vontade de Deus 
permanece para sempre. 
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 95 (96), 7-8a. 8b-9. 10 (R. 11a)

R. O céu se rejubile e exulte a terra! 
7 Ó família das nações, dai ao Senhor,+
ó nações, dai ao Senhor poder e glória,*
8a dai-lhe a glória que é devida ao seu nome! R. 

8b Oferecei um sacrifício nos seus átrios,+
9 adorai-o no esplendor da santidade,*
terra inteira, estremecei diante dele! R. 

10 Publicai entre as nações: ‘Reina o Senhor!’ +
Ele firmou o universo inabalável, *
e os povos ele julga com justiça. R.

Evangelho – Lc 2,36-40

Pôs-se a falar do menino a todos
que esperavam a libertação de Jerusalém.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 2,36-40

Naquele tempo:
36 Havia também uma profetisa, chamada Ana,
filha de Fanuel, da tribo de Aser.
Era de idade muito avançada;
quando jovem, tinha sido casada
e vivera sete anos com o marido.
37 Depois ficara viúva,
e agora já estava com oitenta e quatro anos.
Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus
com jejuns e orações.
38 Ana chegou nesse momento
e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino
a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.
39 Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor,
voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade.
40 O menino crescia e tornava-se forte,
cheio de sabedoria;
e a graça de Deus estava com ele.
Palavra da Salvação.

Reflexão – Lc 2, 36-40

Toda pessoa que faz da sua vida um serviço a Deus vive a alegria do encontro com ele. Com Ana não foi diferente. Depois de oitenta e quatro anos vividos na busca da realização da vontade de Deus, ela tem a alegria do encontro pessoal com ele. Mas Ana não fica com essa alegria só para ela; sai anunciando a todos que aquele menino é a resposta do próprio Deus a todos os que esperam a verdadeira libertação. E este anúncio é acompanhado do reconhecimento do amor de Deus, que é fiel às suas promessas, através do louvor a ele.

Fonte: CNBB 

Versão para Imprimir